Get relevant information on mobile marketing delivered to your inbox.
Back to blog

Desenvolvimento de aplicativos: guia completo para criar o seu!

Desenvolvimento de aplicativos: guia completo para criar o seu!

O processo de desenvolvimento de aplicativos é uma atividade composta por diversas etapas. Entre elas, estão: estruturação da ideia, identificação do público-alvo, montagem do design, escolha da tecnologia e da linguagem, realização de testes A/B, definição dos profissionais e outras.

Em um primeiro momento, pode parecer muita coisa a fazer. Porém, tenha em mente que, quanto mais se dedicar a esse fluxo, maiores as chances de criar uma aplicação funcional, que realmente resolve o problema do usuário, fácil de ser usada e, por isso, interessante.

Pense também que, se seu app chamar a atenção das pessoas, elas farão o download e isso trará mais receita para você, não é mesmo?

Entretanto, para chegar a esse resultado tão esperado, é essencial saber como desenvolver um aplicativo. E é justamente sobre isso que falaremos agora. Então, siga a leitura e confira o passo a passo completo!

Como funciona o processo de desenvolvimento de aplicativos?

O desenvolvimento de aplicativos é um processo utilizado para criar aplicações voltadas para dispositivos móveis, como smartphones, tablets, smartwatches e afins.

A ideia é criar e entregar uma aplicação que facilite a rotina das pessoas, tanto físicas quanto jurídicas, estando, literalmente, na palma das mãos.

Você já parou para pensar quantos aplicativos usa no seu dia a dia? Tudo é tão automático, que, muitas vezes, nem nos damos conta! Ouvir música, solicitar transporte e pedir comida são apenas alguns exemplos que, certamente, você usa com frequência.

O desenvolvimento de app mobile é uma estratégia que está ajudando empresas dos mais variados portes e segmentos a se inserir na vida dos consumidores. Também é uma forma de atrair e fidelizar o público e, por consequência, aumentar a receita.

Sugestão de leitura: “App Store Optimization: quais são os fatores de classificação?”

Como desenvolver um aplicativo? Passo a passo

Entre os diversos fluxos de desenvolvimento de aplicativos, algumas etapas que você não pode deixar de fora são:

  • estruture sua ideia;
  • realize pesquisas de mercado;
  • pense na experiência do cliente;
  • escolha os responsáveis pelo desenvolvimento;
  • defina a tecnologia, o requisito e a linguagem;
  • faça testes A/B;
  • publique nas lojas de download.

Confira os detalhes!

1. Estruture sua ideia

Tudo tem um ponto de partida. E, com o desenvolvimento de app mobile, isso não seria diferente. 

Coloque sua ideia no papel e analise quão viável ela é. Veja se realmente tem potencial para resolver algum problema comum das pessoas e verifique os prós e contras de torná-la real.

2. Realize pesquisas de mercado

Lembre-se: o que pode ser uma ideia genial para você, não necessariamente é para os outros. Então, faça pesquisas de mercado para confirmar se as pessoas estão precisando do aplicativo que você pretende criar.

Aproveite esse levantamento para verificar se já não existem outras aplicações iguais disponíveis. Caso tenha, busque criar um app com um importante diferencial para se destacar dos concorrentes.

3. Pense na experiência do cliente

A experiência do cliente deve ser o ponto central do seu projeto. Essa é uma premissa no desenvolvimento de app mobile. Afinal, se o aplicativo não agradar as pessoas, ele não será baixado, concorda?

Aqui, você precisa pensar em questões como:

  • funcionalidade;
  • acessibilidade;
  • visual atrativo;
  • interatividade;
  • desempenho;
  • velocidade;
  • entre outros pontos relacionados.

4. Escolha os responsáveis pelo desenvolvimento

Existem diversas empresas de desenvolvimento de app no mercado. Dependendo do que será criado e do quanto tem de expertise nessa área, pode ser mais interessante terceirizar esse serviço.

Outra opção é fazer isso internamente, contando com a experiência e o conhecimento do seu time de TI.

5. Defina a tecnologia, o requisito e a linguagem

Seu aplicativo será voltado para aparelhos com sistema operacional Android ou iOS? A linguagem usada será Java, Python, Swift ou alguma outra? Responder essas perguntas é essencial, pois elas dão a base para o desenvolvimento da aplicação.

Caso não tenha experiência com esse assunto, trabalhar com uma empresa de desenvolvimento de app ou diretamente com um profissional dessa área, é o melhor caminho a seguir.

6. Faça testes A/B

Somente testando você saberá se aquela ideia que estava apenas na sua mente – e depois foi para o papel – realmente deu certo.

Idealmente, os testes devem ser feitos em vários momentos do seu projeto, não apenas no final. Por exemplo, você pode criar vários wireframes — que são as estruturas do design — e experimentá-los até chegar à interface perfeita.

E, tão logo o app esteja pronto, vale a pena submetê-lo a um período de teste antes de disponibilizar ao grande público.

7. Publique nas lojas de download

Tudo certo como você planejou? Então, siga para o último passo do desenvolvimento de app mobile, que é publicar nas lojas de download, que são Apple Store e Google Play.

Atente-se apenas para o fato que cada uma dessas plataformas exige o cumprimento de determinados critérios. Veja quais são e adeque sua aplicação para não impactar negativamente a experiência dos usuários.

Veja também: “Mobile marketing: 15 práticas definitivas para dominar!”

Quanto custa desenvolver um app?

Depende! O custo para desenvolver um app costuma variar devido a critérios como:

  1. tipo: quanto mais complexo e robusto, mais cara tende a ser a tecnologia e mão de obra para criá-lo;
  2. funções: aqui vale o mesmo princípio, isto é, quanto mais ferramentas e recursos o app oferece, maior seu custo de desenvolvimento;
  3. plataformas: o fato de ser desenvolvido para Android, iOS, web ou híbrido também pesa no valor final da aplicação;
  4. equipe: o desenvolvimento de aplicativos pode ser feito interna ou externamente. Por isso, os gastos com os profissionais é outro ponto que reflete no investimento total do projeto;
  5. base de desenvolvimento: é preciso colocar nessa conta se o app será criado o zero (o que exige mais tempo e, logo, mais dinheiro), ou se serão usadas plataformas como o Firebase do Google, que oferece o back-end como um serviço.

Devido a essas variações, pode-se finalizar o desenvolvimento de aplicativos com R$ 50 mil ou precisar de quantias maiores, chegando até mesmo a R$ 1 milhão para aplicações mais robustas, complexas e altamente personalizadas para atender às necessidades do projeto da empresa idealizadora.

Não deixe de ler: “Engajamento em mobile apps: 7 práticas eficazes de retenção”

Como ter bons resultados com o desenvolvimento de aplicativos?

Engajamento é fundamental para um aplicativo se tornar um verdadeiro sucesso. Com a plataforma All-in-One da CleverTap, você cria experiências personalizadas para reter seus clientes mais valiosos.

Nós ajudamos você a:

  • ter insights profundos sobre seus clientes;
  • construir experiências incríveis;
  • realizar testes e otimizações;
  • personalizar as interações a partir de diferentes dados;
  • criar campanhas omnichannel;
  • e muito mais!

Conheça agora mesmo a CleverTap, e aumente o LTV (lifetime value) do seu aplicativo!

Posted on May 2, 2024