Get relevant information on mobile marketing delivered to your inbox.
Back to blog

Software as a service: O que é + Tipos + Vantagens + Exemplos

Software as a service: O que é + Tipos + Vantagens + Exemplos

Software as a service (SaaS) é uma forma de oferecer serviços baseados na web. Este sistema é frequentemente chamado de plataforma em nuvem, que vem do termo cloud computing, uma hospedagem de dados remota, que pode ser acessada em um navegador de internet. 

Para entender mais profundamente sobre SaaS, o que é e como funciona, basta refletir sobre como os serviços de locadora de vídeo foram substituídos pelos streamings, que nos permitem acessar inúmeras séries e filmes em quaisquer tipos de dispositivo, a qualquer momento, e em qualquer lugar do mundo.

Há, ainda, os apps de empresas fintech, que, ao disponibilizarem uma gama de serviços financeiros on-line, transformaram a forma como lidamos com instituições financeiras.

Nas empresas, os softwares as a service podem ser usados para atender a diferentes objetivos. No geral, substituem planilhas e softwares tradicionais que costumavam ser instalados localmente nas empresas.

Com isso, as organizações podem aumentar sua eficiência, reduzir custos e escalar processos internos.

Ficou curioso para saber mais sobre o software as a service e quais as vantagens de usá-lo em sua empresa?

Então, fique conosco e continue a leitura do artigo!

SaaS: o que é? Como funciona?

SaaS é a sigla para software as a service, que, em português, significa software como serviço. Em termos simples, trata-se de um produto baseado em nuvem (na internet) que pode ser usado como um serviço, dispensando a necessidade dos usuários de instalarem programas em seu computador.

O software as a service como conhecemos hoje surgiu no final dos anos 90, e cresce à medida que os avanços na infraestrutura de internet e na computação em nuvem acontecem.

Atualmente, é quase improvável que uma empresa opere sem o apoio de um software as a service, seja para realizar transações financeiras, ou para monitorar estratégias de marketing.

Este tipo de produto digital se tornou fundamental para o crescimento sustentável dos negócios. Para se ter ideia, a previsão foi de que as receitas mundiais de software SaaS excedessem US$145 bilhões no final de 2022.

Existem muitos benefícios que explicam este cenário. Veja, no próximo tópico, quais são.

Os benefícios de um software as a service

Os benefícios de um SaaS podem ser apresentados em quatro pontos centrais: flexibilidade, escalabilidade, economia e acessibilidade. Entenda a seguir.

1- Flexibilidade

Um software as a service, por ser baseado na web, pode ser personalizável e adaptado para a realidade da empresa

Esse fator também permite que o sistema seja facilmente integrado a outras soluções, uma vez que, para esse fim, não há impacto direto na infraestrutura do servidor.

2- Escalabilidade

À medida que a sua empresa cresce, o sistema pode crescer junto. 

Isso significa que, se você precisar de mais acessos ou recursos, basta contratar os planos adicionais necessários seguindo as condições ofertadas pela empresa SaaS provedora.

Dessa forma, você garante que o software acompanhe o crescimento das operações sem a necessidade de se preocupar com o investimento na ampliação da infraestrutura. Em poucos cliques, você pode resolver tudo.

3- Economia

Contratar ou assinar um software as a service é muito mais barato quando comparado a softwares que precisam ser instalados, pois estes envolvem outros serviços técnicos que, com um SaaS, são dispensados. 

Ao contratar o SaaS, sua empresa paga apenas pelo o que precisa. Então, se você não precisar de todos os recursos oferecidos, pode escolher planos de assinatura menores para atender à sua necessidade e se adequar ao seu orçamento.

Vale ressaltar que uma empresa SaaS provedora pode implementar mudanças e melhorias de forma mais ágil e simplificada no sistema, visto que a solução é hospedada em nuvem. 

Desse modo, ao invés de realizar grandes contratações de versões de softwares instalados, basta atualizar a versão do seu sistema, de acordo com as condições dos provedores.

4- Acessibilidade

Se hoje podemos trabalhar em casa, muito devemos aos softwares as a service. 

Basta ter conexão com a internet e acessar os sistemas usados pela empresa como e onde quiser.

Qual a diferença entre SaaS, IaaS, PaaS e HaaS?

Se você pesquisar bastante sobre SaaS, o que é e como surgiu, talvez encontre uma verdadeira sopa de letrinhas contendo mais siglas, como IaaS, PaaS, e HaaS.

Você já sabe o que é software as a service. Mas, e as outras siglas? O que significam? Veja:

  • IaaS (Infrastructure as a service): a infraestrutura como um serviço é um produto de computação em nuvem em que os provedores oferecem recursos de infraestrutura, como servidores virtuais, armazenamento e rede pela web. Com  a tecnologia, é possível alugar recursos sob demanda, sem a necessidade de manter um hardware físico.
  • PaaS (Platform as a service): Uma plataforma como serviço é um serviço on-line onde os provedores podem desenvolver, testar e configurar seus SaaS.
  • HaaS (Hardware as a service): O hardware como serviço se refere a duas modalidades diferentes de serviço: a contratação de hardware remota e a compra de equipamentos físicos.

Quais são os tipos de SaaS?

Nas empresas, os tipos de SaaS frequentemente usados são:

  • Sistema de CRM;
  • Recrutamento e seleção;
  • Atendimento ao cliente;
  • Gestão de projetos;
  • B2B SaaS marketing.

1. Sistema de CRM

Um sistema de CRM é um SaaS que tem como objetivo gerenciar o relacionamento com o cliente

Ao acessar o CRM pela web, vendedores, agentes de atendimento e profissionais de marketing podem ter uma visão completa do comportamento do cliente, do histórico de comunicação e, principalmente, do desempenho comercial da empresa.

Os exemplos de softwares as a service desta categoria incluem Salesforce, Monday.com e Zendesk.

2. Recrutamento e seleção

Os SaaS de recrutamento e seleção são reconhecidos por facilitar e acelerar todo o processo de contratação, desde a publicação de vagas até a triagem de candidatos.

Plataformas como essa oferecem recursos como triagem automática de currículos com base em critérios, feedback automático, comunicação com os candidatos e até mesmo a análise de dados— que ajuda na tomada de decisões de contratação.

Gupy e Bizneo HR são exemplos desta modalidade.

3. Atendimento ao cliente

Sistemas de atendimento ao cliente em SaaS permitem que os agentes e gestores de atendimento tenham uma gestão centralizada das solicitações dos clientes, bem como usem recursos de automação, respostas automáticas e gerem relatórios sobre a satisfação do cliente.

Para mais, esse tipo de software as a service também oferece serviços de call center, como Service Desk, Help Desk e SAC, onde o canal de comunicação com o cliente pode ser acessado por um navegador da internet.

Os exemplos de software as a service de atendimento envolvem Octadesk e, novamente, Zendesk.

4. Gestão de projetos

Os SaaS de gestão de projetos são usados pelas empresas para organizar tarefas, workflow, recursos e prazos relacionados à execução de um projeto. 

O sistema possibilita que as equipes tenham mais sinergia e produtividade para progredirem com o projeto da melhor maneira possível.

Os exemplos mais conhecidos são Trello e ClickUp.

5. B2B SaaS marketing

Um B2B SaaS marketing nada mais é do que um sistema para times de marketing que precisam otimizar suas tarefas, usar dados de maneira mais eficiente, personalizar estratégias de marketing e engajar clientes.

O CleverTap é um exemplo de B2B SaaS marketing completo que, em um único SaaS, ajuda profissionais de marketing a:

  • obter análises precisas sobre o comportamento do cliente;
  • segmentar clientes por meio dos critérios que mais importam para sua marca;
  • criar jornadas do cliente de alta conversão;
  • promover engajamento omnichannel, alcançando e retendo cliente em diferentes canais.

Quer entender como um software as a service de marketing realmente eficiente funciona?

Então, agende uma demonstração gratuita com a CleverTap agora mesmo! 

Last updated on April 30, 2024