Get relevant information on mobile marketing delivered to your inbox.
Back to blog

App de viagem: como criar e lançar um? Confira 10 dicas!

App de viagem: como criar e lançar um? Confira 10 dicas!

Está pensando em criar um app de viagem, mas não sabe por onde começar? Quando feito da maneira certa, pode encantar os usuários e fazer com que visitantes se tornem clientes. É o que todos queremos, não é mesmo?

Vivemos em um tempo em que usamos os celulares para quase tudo. Seja para conversar, trabalhar, comprar, fazer pagamentos… Temos tudo na palma da nossa mão. E existem inúmeros aplicativos para cada uma dessas finalidades.

Se antigamente para planejar e fazer uma viagem era necessário comprar guias e andar com mapas nas mãos, certamente o cenário já mudou atualmente.

Inclusive, no último ano as vendas de viagens digitais cresceram cerca de 20%, alcançando mais de US$ 296 bilhões

Ou seja, pode ser um mercado interessante de estar presente, não é mesmo?

Então, como criar um aplicativo de viagem? Quanto custa? Responderemos as principais questões sobre o assunto neste conteúdo. Boa leitura!

Principais tipos de app de viagem

Antes de falar sobre como criar um aplicativo, é importante entender qual é o seu objetivo. Afinal, os apps de viagem cobrem uma ampla gama de usos. 

Embora possa ser um incômodo para os usuários, nenhum aplicativo tem todo o mercado. Mesmo um site como o TripAdvisor não cobre tudo, o que é ótima notícia para os que desejam desenvolver seus próprios aplicativos.

Portanto, o tipo de app que você escolhe construir obviamente dependerá de seus objetivos e requisitos específicos.

Se você administra uma agência de viagens e deseja criar um aplicativo que leve os clientes a reservar pacotes de hotéis por meio de sua empresa, então você precisará de um que possa operar como parte integrada de seus sistemas existentes.

O que será um conjunto diferente de desafios de um que visa atuar como um diário de viagem, por exemplo. 

Pensando nisso, confira alguns dos principais tipos:

  • reserva de hotéis;
  • reserva de voos;
  • guia de transportes;
  • planejador de viagens;
  • guias e mapas.

Deu para ter uma ideia, certo? É claro que você pode pensar em inovar e incluir mais de um uso no seu app, mas lembre-se do que falamos no início: nenhuma marca tem todo o mercado. Então, priorize de acordo com os seus objetivos.

Como criar um aplicativo de viagem?

Veja o passo a passo sobre como criar um app de viagem:

  1. Defina o conceito: identifique o propósito do seu aplicativo de viagem. Pesquise o mercado para entender as necessidades dos usuários e a concorrência existente. Determine os recursos principais que seu aplicativo oferecerá.
  2. Planejamento: crie um plano de negócios detalhado, incluindo modelos de monetização, estratégias de marketing e metas de crescimento. Desenvolva personas de usuário para entender melhor seu público-alvo. Crie um diagrama de fluxo de usuário para mapear as diferentes telas e funcionalidades do aplicativo.
  3. Design de UI e UX: desenvolva wireframes e protótipos para visualizar a aparência e a interação do aplicativo. Garanta que o design seja intuitivo, fácil de usar e atraente visualmente.
  4. Desenvolvimento: escolha a plataforma para o desenvolvimento do aplicativo (iOS, Android, ou ambos). Selecione as ferramentas e tecnologias adequadas para o desenvolvimento. Desenvolva o aplicativo, dividindo-o em etapas iterativas para facilitar o teste e a correção de erros.
  5. Integração de recursos: integre recursos essenciais, como reservas de voos e hotéis, mapas, guias de viagem, sistemas de pagamento, etc. Integre APIs de terceiros, se necessário, para acessar dados relevantes, como previsão do tempo, informações de transporte público, etc.
  6. Testes: realize testes de qualidade para identificar e corrigir bugs e garantir a estabilidade do aplicativo. Conduza testes de usabilidade para garantir que a interface seja intuitiva e fácil de usar.
  7. Lançamento: submeta o aplicativo às lojas de aplicativos (App Store, Google Play Store, etc.). Crie uma estratégia de marketing para aplicativos para promover o lançamento e atrair os primeiros usuários.
  8. Pós-lançamento e manutenção: monitore o desempenho do app por meio de análises de dados. Colete feedbacks dos usuários e implemente melhorias contínuas com base neles. Mantenha o aplicativo atualizado com novos recursos, correções de bugs e atualizações de segurança.
  9. Cumprimento das regulamentações: certifique-se de cumprir todas as regulamentações relevantes, como leis de privacidade de dados, proteção ao consumidor e conformidade com pagamentos online.
  10. Escalabilidade: planeje a escalabilidade do aplicativo para lidar com um aumento no número de usuários e necessidades futuras de desenvolvimento.

Criar um aplicativo de viagem é um empreendimento complexo que requer habilidades técnicas, compreensão do mercado e foco no usuário. Certifique-se de dedicar tempo suficiente a cada fase do processo para garantir um produto final de alta qualidade.

Lembre-se de que você pode contratar uma empresa para fazer a parte do desenvolvimento do app. 

Ainda assim, é importante estar por dentro dos processos, fazer parte de cada etapa e promover estratégias de marketing para o lançamento, engajamento no mobile app, entre outras ações para garantir melhores resultados.

Quanto custa para criar um aplicativo?

O custo de criar um aplicativo pode variar significativamente dependendo de vários fatores, incluindo a complexidade, recursos necessários, plataforma de desenvolvimento, design do app, e assim por diante. 

De maneira geral, a partir de R$ 20 mil já é possível fazer um projeto mais simples, mas os valores podem ir a R$ 100 mil ou mais.

Ou seja, é necessário decidir se você vai começar com um app de viagem mais simples e torná-lo mais sofisticado com o tempo, ou se já planeja desenvolvê-lo com todas as funcionalidades necessárias desde o início.

Indicação de leitura: CTB19PT – App Store Optimization: quais são os fatores de classificação? 

Como lançar um aplicativo?

O primeiro passo deve garantir que o usuário tenha uma boa experiência. Com isso, temos duas questões:

  • faça testes exaustivos para identificar e corrigir bugs até ter certeza de que os recursos funcionam conforme esperado;
  • escolha uma plataforma de lançamento (App Store da Apple, Google Play Store, Microsoft Store, entre outras). Essa escolha deve considerar a persona, ou seja, que tipo de plataforma o seu usuário normalmente utiliza.

A partir disso, é importante:

  • preparar materiais de marketing, como vídeos promocionais, capturas de tela, descrições atraentes do aplicativo e outros materiais que possam convencer os usuários a baixar seu aplicativo;
  • definir a data de lançamento que dê tempo suficiente para finalizar todos os preparativos;
  • promova o app usando estratégias de marketing como mídias sociais, campanhas de e-mail, publicidade paga, parcerias com influenciadores, entre outros.

Como comentamos, garantir boas experiências para os usuários do seu app deve ser o foco da sua estratégia. Somente dessa maneira é possível entregar o que eles precisam e se destacar dos concorrentes.

Aliás, análise de dados e personalização são ótimas formas de chegar a esse resultado. E nós podemos ajudar você com uma plataforma All-in-One completa!

Oferecemos recursos dinâmicos, atuais e altamente personalizáveis para viabilizar comunicações assertivas e bem-direcionadas

Conheça o CleverTap para viagens e passagens e descubra como criar experiências personalizadas para reter seus clientes mais valiosos!

Posted on May 2, 2024